RSS | Femicro-ES  Twitter | Femicro-ES  Facebook | Femicro-ES

A evolução das pequenas empresas

No decorrer dos últimos anos, temos assistido a uma verdadeira revolução no Brasil. Tanto social quanto econômica. E as micro e pequenas empresas desempenham um papel de destaque neste processo - têm se consolidado como as grandes geradoras de renda e emprego do país.

Atualmente, os micro e pequenos empreendimentos representam 99% das empresas brasileiras e empregam mais de 50% da mão de obra nacional.

E, mesmo durante a crise, no ano passado, quando as médias e grandes extinguiram mais de 20 mil postos de trabalho, as pequenas criaram mais de 1 milhão.

Números mais recentes mostram que esta vitalidade continua: segundo dados do Cadastro Geral de Empregos (Caged), do Ministério do Trabalho, em fevereiro, foram criados 209,4 mil novos empregos com carteira assinada e as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 64,3% do saldo líquido de empregos gerados.

Diversos fatores podem explicar o crescente destaque dos pequenos negócios na economia.

Com a estabilidade e a busca maior pelo conhecimento, esses empreendimentos estão vivendo mais, estão mais estruturados. A taxa de sobrevivência dos pequenos negócios nos primeiros dois anos de vida, que é o momento mais desafiador de um empreendimento, passou de 50% para 78% nos últimos anos.

Além disso, temos assistido a um fortalecimento do mercado interno e ao aumento do poder aquisitivo das classes C e D, o que tem refletido no bom desempenho e no fortalecimento das pequenas empresas? e, consequentemente, na geração de empregos.

Para completar, o ambiente para a abertura de novas empresas no Brasil tem melhorado nos últimos anos. É verdade que a carga tributária e a burocracia ainda podem ser reduzidas, mas temos avançado muito nesse sentido nos últimos anos.Um grande passo foi a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, que pode ser considerada um divisor de águas na história dos pequenos negócios brasileiros.

Além de ter introduzido o Supersimples, que reduziu significativamente a carga tributária e facilitou o dia a dia dos pequenos negócios, a Lei Geral trouxe uma série de dispositivos que incentivam esses empreendimentos, como o de Compras Públicas, que cria diversas facilidades para que os pequenos possam participar nas compras dos governos, o que aumenta o mercado dessas empresas e fortalece o segmento, possibilitando a geração de novos empregos.

E, agora, mais recentemente, o governo criou a possibilidade de formalizar os trabalhadores por conta própria. São os pipoqueiros, costureiras, doceiras, estofadores, entre outros profissionais, que têm pequenos empreendimentos e geram renda, mas até então não tinham possibilidade de se legalizar, por conta do custo e da burocracia.

Agora, com o Empreendedor Individual, esses profissionais podem formalizar suas empresas de forma simples pela internet e passam a ter acesso a benefícios sociais. Com isso, podem emitir nota fiscal, passar a fornecer para grandes clientes e até participar de licitações.

Poderão, enfim, crescer e passar da condição de empreendedores individuais para micro e pequena empresa, futuramente, gerando mais renda e também empregos.

Muitos passos importantes já foram dados. E , agora, afastado qualquer vestígio de crise internacional e com a economia novamente nos trilhos, as pequenas empresas, que mantiveram a geração de postos de trabalho mesmo no momento de crise, têm um terreno ainda mais fértil e promissor para crescer.

Mesmo diante do cenário positivo, é importante que se mantenha um olhar cada vez mais atento aos pequenos negócios, criando incentivos e políticas públicas capazes de fortalecer esses empreendimentos? comprovadamente, grandes geradores de emprego e fundamentais para melhor distribuição de renda e redução da desigualdade social.

Fonte: Jornal do Brasil

Monampe e Conampi

Mailing

Receba as últimas notícias do Portal Femicro-ES diretamente em seu e-mail:

Downloads

Login

:
:

Micro e Pequenas Empresas

Empreendedor Individual

Bancos & Financiamentos

Legislação & Tributação

Políticas Públicas

Tecnologia & Inovação

Oportunidades & Eventos

Compras Governamentais

Comércio Exterior

Femicro-ES